© 2019 Olé Comunicação.

Siga a gente:

  • Olé Comunicação | Facebook
  • Olé Comunicação | Instagram
  • Olé Comunicação | Youtube
  • Olé Comunicação | LinkedIn

Entre as várias especialidades presentes na odontologia, a implantodontia talvez seja aquela que gera mais dúvidas aos pacientes, já que os implantes vêm se tornando comum entre os brasileiros. Segundo dados de 2018 da Associação Brasileira da Indústria Médica, Odontológica e Hospitalar (Abimo), cerca de 800 mil implantes são colocados por ano no país.


Mas, afinal, o que é um implante dentário? Para responder esta e outras perguntas, o mestre em odontologia e especialista em implantodontia, Dr. Robson Calvo Melo, da Class Ortoplan, esclarece um pouco mais sobre esse assunto.


O que é e como funciona

O implante dentário é um suporte fixo que substitui a raiz do dente que foi perdido através de um dispositivo metálico em forma de parafuso. De acordo com Dr. Robson, o implante, na realidade, é a parte que não é vista na boca; a parte que aparece é a coroa. Essa “raiz artificial” é feita a partir de titânio e, não sendo deste material, não há a união do metal com o tecido ósseo, etapa conhecida como osseointegração e que é fundamental para o sucesso do procedimento. “Atualmente, já são estudados outros metais para implantes, e há no mercado alguns de cerâmica, de coloração branca, que são mais utilizados para a estética dentária e têm alto valor”, explica o especialista.

Ainda de acordo com ele, as próteses sobre implantes apresentam capacidade mastigatória muito superior às obtidas através de próteses parciais removíveis ou dentaduras.


É importante ressaltar que há casos em que o implante dentário é contraindicado. Pacientes com algum problema sistêmico, como diabetes não controlada, ou que foram submetidos recentemente à radioterapia oncológica, ou ainda que têm problemas com anestesias, não são indicados para a realização de implante. “Aqueles que fazem uso de Alendronatos, fármaco muito utilizado para combater a osteoporose, também não podem realizar implantes nem extrações, pois há risco de necrose do osso onde estaria localizado o implante”, afirma Dr. Robson.


Implante sem corte

“O implante sem corte na realidade é uma técnica cirúrgica onde não há o uso de bisturis”, explica Dr. Robson. A única limitação é que o paciente tem que possuir uma grande quantidade de osso, e isso, é verificado no exame de tomografia.

O especialista ressalta que sem corte o pós-operatório é melhor e mais confortável para o paciente, além de ser mais rápido e eficiente. Porém, é importante destacar que não é uma técnica que pode ser realizada em todos os casos e que precisa ser bem planejada.


Cirurgia guiada

Para a realização do procedimento cirúrgico, é necessário um planejamento individualizado para cada paciente, e é através da Tomografia Computadorizada e do Escaneamento Oral que isso é possível. Dr. Robson pontua que a cirurgia é planejada no computador depois da análise desses exames. “Após o planejamento, fazemos guias cirúrgicas, que são colocadas na boca e, assim, já sabemos com 100% de exatidão onde será colocado o implante, podendo confeccionar a prótese definitiva sobre os implantes”, explica o especialista.

O f

amoso carnaval de Veneza, na Itália, é conhecido pela elegância e detalhes das fantasias e máscaras usadas pelos foliões. Sendo um dos carnavais mais antigos do mundo, estes adereços com cores, brilhos e plumas foram inspirados nos principais personagens de um gênero teatral que surgiu no fim do século XV na Itália. E este será o tema do baile de carnaval que acontecerá no dia 23, domingo, a partir das 20h, no hotel Gran Meliá Iguazú, em Puerto Iguazú (AR).


Em meio à natureza que rodeia o local, com vista para as Cataratas do Iguaçu, a folia será garantida através da decoração exclusiva, show da Banda Fumê, que vai embalar a noite com marchinhas, e Dj. Para completar a festa, haverá cocktail especial e open bar.

Uma boa opção para curtir o carnaval da Terra das Cataratas!



BAILE DE CARNAVAL GRAN MELIÁ IGUAZÚ

Data: 23/02 (domingo)

Horário: a partir das 20h

Valor: U$ 50 (por pessoa)

Reservas: +54 93757 44-0480 ou +55 3557 491-800 / melia.connect.iguazu@meliam.com

  • Olé Comunicação

Dedicação e serviço personalizado são elementos indispensáveis para que os colaboradores conquistem os hóspedes.

Ao adentrar no hotel, a recepção fica por conta da maravilhosa vista para as Cataratas do Iguaçu, fazendo quem ali está permanecer quase hipnotizado. Até que, de repente, surge um homem simpático e educado oferecendo uma bebida refrescante à base de erva mate, e começa a contar histórias e dar informações sobre o local. Este é Hugo Benitez, um dos funcionários responsável pelo departamento de front do hotel Gran Meliá Iguazú, localizado em Puerto Iguazú (AR).


Hugo está a 24 anos trabalhando no hotel. Começou no setor da limpeza interna, depois das áreas comuns, e hoje faz o que mais gosta, que é “levar aos hóspedes a experiência de viver e sentir o lugar”. O serviço personalizado também é o foco do trabalho de Alberto Villalba, que atua no atendimento aos hóspedes Red Level (categoria que inclui serviços exclusivos) e está há 35 anos no hotel. “Estou aqui desde os 18 anos de idade”, conta Alberto.


Ambos sempre estiveram dispostos a evoluir junto com o hotel. Passaram por diversos setores de trabalho e também aprenderam a língua inglesa para que pudessem se comunicar melhor com os turistas internacionais. “Não sabia nada de inglês, e hoje em dia não dependo de ninguém para me ajudar, já consigo falar normalmente com os hóspedes”, descreve Alberto.


Estar à disposição é o trabalho destes dois funcionários que figuram entre os mais antigos do hotel, e mais do que isso, é a missão deles, é o que gostam de fazer. “Faço o que faço para conquistar o hóspede. Quando o turista entra pela porta do Gran Meliá, ele passa a ser o hóspede do nosso hotel, mesmo que não esteja hospedado, e isso é high top experience”, ressalta Hugo, que afirma ter aprendido muito com o hotel.


E é através desse alinhamento da equipe e identificação com o hotel, que a personalização e a exclusividade se tornam itens que fazem a diferença para o hóspede viver uma experiência no local, e não apenas se hospedar. “O lugar é único, oferecemos bons serviços, excelentes habitações; tudo isso temos a nosso favor”, conclui Alberto.